segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Desabafo

Um grito silenciado que
como lenitivo ousaria não abafar.
Lágrimas sem espreitarem
mas sentidas...retidas,
neste presente que de novo
atinge um certo abismo
ameaçador...
Abra-se a esperança
com algum fervor.
.
Tere

2 comentários:

Zira disse...

oh minha linda amiga ...
força segura o barco
eu quero-te muito bem
xi-coração
Não gosto de te ver triste!!

DOCETERE disse...

Barco à deriva
em maré de tempestade
não convém a ninguém...
tenho segurado...uma após outra
espero que agora também...Obrigada e um abraço babense.