sábado, 21 de fevereiro de 2009

FLUTUO NA TUA QUIMERA ...AMOR


Na brisa da felicidade
Flutuo na tua quimera
Planto em mim a tua verdade
Que é um beijo da primavera
.
Ganho asas no teu vento
E embalo nas tuas fés
Gastando o pensamento
Companheiro a teus pés
.
Trazes a nu o teu sentir
Que me veste de luz
Frontal no meu existir
Tão imenso que reluz
.
Colho amor na tua margem
O restante pouco interessa
Carrego no olhar a tua imagem
Num suspiro que me confessa.
.
Henrique Fernandes

1 comentário:

Maria Liberdade Oliveira dos Santos disse...

"Ganho asas no teu vento
E embalo nas tuas fés
Gastando o pensamento
Companheiro a teus pés"

Poesia com efeito flutuante.
As asas da minha imaginação agradecem.
Parabéns pela leveza e beleza da sua inspiração.

Abraços