sábado, 28 de agosto de 2010

Desabafo

Já senti muitas doçuras
Com  entrelaçadas agruras,
Confiando em pessoas
Ultrapassando montanhas
Em luta e e corda bamba
 Humildade assumida.
 E se cativada...
Ai que alegrias tamanhas.
Até à decepção de perceber
 Que nem todos que cativam
O fazem para valer... 
Vem "nova" andorinha
Vão logo a correr.
Sem adeus dizer
***

MTFernandes

2 comentários:

Mai disse...

Talvez as andorinhas não voem para longe, talvez apenas se acomodem em seus ninhos. Assim, tanto quem está cativo quanto quem cativou, poderá estar, no mesmo lugar, um a espera do outro.

Nos desabafos nos aliviamos das tensões, e damos ao outro a oportunidade de uma palavra qualquer.

Beijos, querida,
bom final de semana!
Carinho,

TERE disse...

Obrigada amiga por estar atenta aos meus singelos mas sentidos desabafos...Entrarei em contacto em breve...Flor me deu seu recado.

Beijos