segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Inspirando serenidade


Serenidade...
que também gostava, de novo conquistar
neste mundo em turbilhão, também, socialmente.
Não apenas por assim me sentir sem paz interior
Mas também por ver tantos casos de desemprego,
pobreza, carências a aumentarem neste meu País....
A juntar à pobreza  e catástrofes de tantos outros lugares.
Assim viver com afectos desencontrados
muitas vezes pelos factos desencaminhados.
.
MTFernandes ( Foto e texto )

4 comentários:

Mai disse...

Singela é a fotografia, sensíveis as tuas palavras.

abraços, querida.

fica bem, estou bem.

TERE disse...

Eu afundei novamente.Gostei de saber que estás bem.
...
Para complicar mais hoje fiz queimadura na mão direita que muitos problemas já ela tem.Acho que deve ser apenas 1º grau...senão amanhã irei ver a local apropriado.O braço do mesmo lado está bem marcado com cicatrizes de queimaduras por não ter a mão a funcionar bem e demorar a começar a funcionar com a esquerda.

Beijos.

Mai disse...

Sabe, Mité, existem momentos que nos são particularmente difíceis, tu sabes bem, porque já enfrentaste com bravura outras dores.
O fato é que passa, querida, tudo passa.
O imprescindível é que jamais nos esqueçamos quem somos.

imenso carinho e que meu abraço atravesse o oceano e chegue a ti.

TERE disse...

Li com ternura tuas palavras.Sê feliz.Bjs