sábado, 30 de outubro de 2010

Enigma

Manteve-se enigma
por algum  tempo.
Imaginava
 dia a dia, com certo receio e
então, sentia
que se tratava  de alguém
em paradigma de solidão,
sem estar só...
Assim aconteceu.
.......................
Ficou profunda amizade
Que muitos anos passados
 se mantém com ternura~
se bem que  em maior distância.
***
M.Teresa Fernandes

2 comentários:

JOE ANT disse...

Há verdades...
Que nunca deviam ter sido ditas...
Que deveriam manter-se enigmáticas...
Em que as fronteiras do tempo,
deveriam ser também fronteiras da alma.
Em que ser-se é mais perigoso do que parecer-se, em que aparecer é sinal de discingir-se, sair do aperto...
E entrar noutra causa mais limitativa, atrofiadora do pensamento, do descernimento, da discussão de ideias.
Apesar de ser uma libertação...

TERE disse...

Tb acho que os enigmas devem ficar silenciosos mas como diz no comentário há libertação quando se partilham...este enigma tem cerca de duas décadas e alguma fantasia.
Abraço