segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Poema (Extrato)

"........No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.......... "
 
*****************
 
Àvaro de Campos; In Poemas
 
http://citador.pt/poemas.php?op=10&refid=200809030426

2 comentários:

JOE ANT disse...

Perdera o sentido do "norte".
Ficara sem rumo e sem destino.
...
Deixou de conhecer os caminhos, devido a tanta neve que os cobriam.
E encontrar o que queria, era vâ esperança.

TERE disse...

E Joe está a voltar aos velhos tempos...

Gosto assim ..ler o seu pensamento.
Obrigada.

Mais Bjs