terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Chegou o inverno

Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.
Vem de sobretudo,
Vem de cachecol,

O chão onde passa
Parece um lençol.
Esqueceu as luvas
Perto do fogão:

Quando as procurou,
Roubara-as um cão.
Com medo do frio
Encosta-se a nós:

Dai-lhe café quente
Senão perde a voz.
Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.

Eugénio de Andrade

2 comentários:

JOE ANT disse...

Chegou!
E não nos vai deixar por muito tempo.
Estamos destinados a "levar com ele" por muito tempo e muito mais atroz.
...
Enfim... Agasalhem-se!
Ou tomem a vacina!

TERE disse...

...ou bebam uns bons copitos de vinho tinto a acompanhar feijoada à Trasmontana.