terça-feira, 7 de dezembro de 2010

In: Labirintos,J.P.G



"Ao longo dos labirintos da vida patenteiam-se belos e inesgotáveis tesouros.
Nem a todos, porém, é dado vê-los ou sequer pressenti-los"

Sem comentários: