domingo, 21 de dezembro de 2008

Rosa Especial



Encontrei um jardim
Com rosas amareladas
Com perfume de fantasia
Naquela manhã distante!
Colhi, então uma delas
De mansinho e insegura
Levei-a na minha mão
Olhando-a com ternura
Coloquei-a numa jarra
Ficou essência sem fim.
Não era de violeta
Não era de jasmim
Mas ficou ali uns dias
Com perfume para mim!

***********

MARIA TERESA, In Cardos e Quimeras, Ed.100

Sem comentários: