sábado, 31 de janeiro de 2009

Música como terapia

Ajuda a relaxar e a renovar energias
“Quem canta seus males espanta” é um provérvio português que demonstra bem a sabedoria popular acerca do bem que a música faz ao ser humano. Quase todas as pessoas já terão alguma vez colocado música para criarem um ambiente de relaxamento, alterarem estados de humor ou então para renovarem energias. Todos também já deveremos ter regressado a uma época do passado, só por ouvirmos uma determinada canção. É o poder da música.

Mas este vai ainda mais além. Assim o advoga a terapia musical, um conceito ainda pouco divulgado em Portugal. Ao site HealthDay, Cheryl Dileo, professora de terapia musical e directora do Centro de Pesquisa das Artes e Qualidade de Vida da Universidade de Temple, Estados Unidos, explicou que a prática pode ajudar a combater a depressão ou o cancro. «A terapia musical é uma prática baseada na evidência que pode afectar os domínios físico, psicológico, social e cognitivo, através de experiências musicais e de relações estabelecidas entre o cliente e o terapeuta ...

1 comentário:

Vap disse...

Concordo plenamente.
Tem músicas que me dão alegria e outras que me deixam profundamente triste.