domingo, 4 de outubro de 2009

Dia do animal devia ser todos os dias

Oscarito, onde andas?







Com animais convivi desde que há mais de meio século nasci...Eram os da natureza: aves, insectos, répteis, ai aquelas lindas rãs que do riacho saltavam... tantostambém cobras e sapos raposas e lobos ( estes últimos apenas ouvia uivar em certas noites) mas sabia que tudo era natureza a respeitar, salvo os que a aldeia podessem atacar...


Dos domésticos desde: gatos, cães ovelhas,"burricos", animais bovinos e suinos, coelhos, galináceos..., uns base de alimentação, outro companhia fofurenta ....ratos e ratazanas detestava mas os gatos delas se alimentavam...cadeia alimentar?..melhor do que usados em labotatórios.


Que pena me dava em relação àqueles que se criavam para matar e servir de alimentação...eu saía , não queria ver, ainda nem agora um frango sou capaz de matar...se me oferecerem já sabem que não pode ir vivo...Peixas vivos apenas do rio mais próximo...
Como sofri quando a minha cadela "a espanhola" foi atropelada por um tractor e morreu!!!...Aquela era mesmo minha, bem pretinha e não dos da casa em geral.

E durante muitos anos não tive depois pelas cidades onde estive qualquer animal...

até que dois pintassilgos foram oferecidos aos meus filhotes, eram ainda crianças mas que numa atitude vil "alguém" provocou a morte deles...depois o Tiko, gato dum dos rapazes que quando para a aldeia foi levado desapareceu e o nosso caro, Óscar (Oscarito), cão inteligente, companheiro, quase mesmo rafeiro que, depois de dez anos de convívio em apartamento e na passagem de ano, há 2 anos e em outras paragens, para onde com carinho foi levado para em casa não ficar sozinho, a porta onde estava, alguém abriu e ele desapareceu...até hoje que continuo(amos) a recordar como se fosse humano, mas jamais apareceu. Se alguém o recolheu que esteja bem tratado...se...se...Terá ou teria agora 12 anos, a fazer dia 25 deste mês.

.
Tere

2 comentários:

Valentim Coelho disse...

É pena que ainda hajam tantos animais abandonados.

Lu disse...

Concordo com você! a forma como amamos os animais, então devia-se comemorar todos os dias* fico indignada com pessoas que maltratam os animais* os animais são bichinhos amados por Deus* o Senhor os livra dos perigos, como aconteceu com a cachorinha que levou tiros e conseguiu sobreviver e outras histórias.