quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Saber Viver de Cora Carolina

Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
.
E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar.
.
Cora Coralina
.
(Dedicado a quem ainda cora e a quem motivou a busca do poema)

3 comentários:

JOE ANT disse...

Há ainda muita coisa que me faz corar.
Quem não corou até esta hora, nunca mais cora.
"Há que corar... e, depois do beijo, pôr ao luar"
...
Saíste-me cá um manjerico!!!

JOE ANT disse...

"Verdadeira, pura... Enquanto durar"
....
Enquanto ainda se tiver poder...
de poder...
saber amar.

TERE disse...

Inspirado o Joe com o "corar" e a poesia da Cora Carolina...

Há beijos que fazem corar intensamente...