segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A ternura daquele olhar


A ternura daquele olhar
adocicado...carente...
Pelo menos parecia
... aparentemente!
Naquela tarde de chuva
devia esperar qu' alguém
lhe falasse ...
e envolvesse com ternura.
Hesitando....sem ousar avançar
percebia-se maré nefasta
naquele olhar...
...adocicado, carente,
pelo menos aparentemente!
...
M. Teresa Fernandes

2 comentários:

(Carlos Soares) disse...

Oi,Tere.O olhar falar tudo,né.E seu poema falou muito mais.Lindo.beijos e ótima semana

TERE disse...

Onrigada, igualmente.
Bjs